Mas é Carnaval....

O Carnaval no Brasil começa na virada do ano, mas esse final de semana coroa a festa, com o desfile das escolas de samba

O Brasil é conhecido por sua alegria e hospitalidade e por fazer a maior e mais animada festa popular do mundo: o Carnaval. A festa, em algumas cidades do país, já começa na virada do ano, com apresentação de blocos, bandas e ensaios técnicos nas ruas e passarelas do samba. Esse final de semana, entretanto, é a apoteose da festa, com a apresentação das escolas de samba e o desfile dos principais blocos, além dos trios elétricos mais badalados que levam milhares de pessoas pelas ruas.

A festa, que tem seu ápice neste sábado e domingo (25 e 26/02), irá se estender oficialmente até a Quarta-Feira de Cinzas, dia 1º de Março. Entretanto, para os brasileiros, o encerramento será apenas no outro final de semana, com a apresentação das escolas campeãs do desfile especial e a última chance para seguir os blocos pelas ruas. É aproveitar ao máximo esses dias de Carnaval, lógico, sempre com muita segurança, e começar a preparar-se para o próximo ano.

Escolas de samba, luxo e arte

Em todas as cidades do país elas representam o contraponto dos blocos, com enredos específicos a cada ano, figurinos e grandes alegorias

Em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo as escolas representam o ponto máximo do Carnaval, com enredos homenageando personagens históricos, artistas ou cidades, entre outros. Os carnavalescos são os encarregados de contar a história escolhida para aquele ano através de alegorias, fantasias, alas, luxo e muita criatividade. Em época de crise, como esse ano, o desafio é ainda maior, já que os desfiles são transmitidos para milhões de pessoas em todo o mundo.

Alegria das ruas

Se Carnaval é irreverência, o melhor exemplo da festa está nos blocos de rua, que se apropriam de marchinhas e animam os foliões

O Carnaval do país tem sido marcado pelo crescimento dos blocos de rua, privilegiando os mais diversos ritmos e culturas. Marchinhas, músicas bregas, sertanejo, pop ou canções folclóricas tem levado milhões de foliões às ruas, unindo gerações e reforçando a noção da diversidade cultural do Brasil. Vale lembrar que ao levar crianças para a festa elas devem estar identificadas, para qualquer eventualidade. Para os adultos, usar sempre fantasias e roupas leves e beber muito líquido. Só os oficiais são mais de 400 blocos no Rio de Janeiro.

Carnaval frenético

Os trios elétricos fazem de grandes cidades do Brasil. Famosos como Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Chiclete atraem multidões em Salvador

O ritmo é frenético, não deixando ninguém parado.. mesmo que queira. Os trios elétricos fazem a festa de grandes cidades brasileiras, como Salvador, onde cantores famosos chamam o povo para brincar no circuito Barra - Ondina. Sejam blocos com abadás (com a venda das camisetas) ou os "pipoca", que não oferece aquela área vip próxima aos carros (espaço cercado por cordas que acompanha o trio elétrico), abrindo democraticamente espaço para todos os foliões.