São Miguel das Missões lembra que "Essa terra tem dono"

Principal ponto da rota missioneira jesuítica no Brasil, a cidade mantém viva a história dos guaranis em espetáculo diário de som e luz

São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul,é a capital de uma região que apresenta desde 1610 importância histórica em todo o mundo. Conhecida como zona missioneira, teve no século XVII a construção de áreas de colonização por jesuítas, verdadeiras cidades com projetos de urbanização e cultivo de subsistência, promovendo a troca de produtos entre as Missões que existiram no Brasil, Argentina e Paraguai.

No Sul do Brasil um dos pontos de partida é a cidade de Santo Ângelo, que tem linha de ônibus direta até a capital missioneira argentina, a cidade de Posadas. Os sítios arqueológicos mais importantes no Brasil são as missões de São João Batista, que ainda tenta descobrir alguns resíduos da missão e reconstruir sua história de forma mais fidedigna; e São Miguel, a mais bem preservada, com inúmeras peças de arte, apesar de ter sido parcialmente destruída durante a Guerra Cisplatina (1825 - 1828).

ARGENTINA


No lado da Argentina há uma das missões mais monumentais, a de San Ignácio Mini, em Posadas, capital da Província de Missiones, que representou o ponto alto do movimento missioneiro. Próximo a San Ignácio Mini existe também a de Santa Ana, onde ainda está sendo feito o levantamento para a reconstrução do sítio arqueológico. Ambas são exemplos do período áureo das Missões, que sofreram com as invasões de caçadores de escravos e o combate promovido por políticos ibéricos, em especial o português Sebastião José Carvalho e Melo, o Marquês de Pombal.

PARAGUAI

O Paraguai recebeu apenas duas Missões, sendo a de Jesus de Tavarangue em estilo mourisco, diferente de todas as outras. A igreja nem chegou a ser concluída, já que os missionários foram expulsos, mas ainda pode-se ver as paredes e colunas monumentais, as oficinas dos guaranis e algumas casas onde os jovens ficavam. Já a de Santíssima Trindade do Paraná, fundada em 1706, é a que mantém a maior estrutura de vila.

HISTÓRIA VIVA

No caminho para a Missão de São Miguel o pórtico tem a célebre frase do guerreira guarani Sepé Tiaraju "Co yvy oguereco yara" (Essa terra tem dono), que ilustra bem o espetáculo de luz e som que acontece todos os dias naquele sítio arqueológico. Há apresentações diárias em português, assim como em espanhol (terça, quinta e sábado) e em inglês (quarta, sexta e domingo), com entrada a R$ 15, sendo R$ 7 para estudantes e pessoas com mais de 60 anos.

Participe desse espetáculo

As informações a seguir são da Prefeitura de São Miguel das Missões

Espetáculo Som e Luz em Português - Diariamente

Durante o Horário de verão: Começa o espetáculo às 21h30min

Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, julho, Agosto, Setembro, Outubro-20h.

Espetáculo Som e Luz em Espanhol - terça, quinta e sábado

Durante o Horário de verão: Começa o espetáculo às 22h30min

Fevereiro, Março, Abril, Setembro, Outubro-21h.

Maio, Junho, julho, Agosto - 19h

Espetáculo Som e Luz em Inglês - quarta, sexta e domingo

Durante o Horário de verão: Começa o espetáculo às 22h30min

Fevereiro, Março, Abril, Setembro, Outubro-21h.

Maio, Junho, julho, Agosto - 19h


Obs: Os ingressos são colocados à venda uma hora antes das apresentações