Vale dos Reis, a história ao longo do Nilo

Em uma viagem de barco que começa na cidade de Alexandria, descortina-se parte importante da história do Egito e do mundo antigo

Por do sol espetacular, deserto com areias douradas e antigas construções que guardam milênios de história da Humanidade. Essas são imagens que fazem parte da viagem pelo Vale dos Reis, no Egito, saindo de Alexandria até Aswan, passando por lugares onde os antigos faraós viveram, construíram um império e morreram, oferecendo ao mundo grandes obras e muita arte. Vale lembrar que a antiga cidade de Tebas, atual Luxor, era a capital do Antigo Egito, com construções monumentais, grandes avenidas, obras de arte a céu aberto e belos jardins.

O Vale dos Reis, parte da antiga cidade de Tebas, guarda as tumbas de quase todos os faraós das 18ª, 19ª e 20ª dinastias, que reinaram praticamente de 1550 a 1070 a.C, período conhecido por Império Novo. Ficam nessa reunião algumas das mais famosas tumbas, como a de Tutankhamon (de 1333 a 1323 a.C) e dos filhos de Ramsés II (de 1290 a 1224 a.C), tendo sido encontrado nesse túmulo mais de 130 corredores e câmaras, o que o torna um dos maiores do mundo.

Foram descobertas 63 tumbas, que vão de simples túmulos a suntuosas construções, cobertas de hieróglifos e objetos de arte. Muitas foram saqueadas ao longo dos séculos e o que foi encontrado dá uma pequena idéia das maravilhas que se perderam nas mãos dos saqueadores. Os túmulos reais são decoradas com cenas da mitologia egípcia e oferecem alguns caminhos para a compreensão das crenças e rituais funerários da época.

Apesar dos saqueadores, a região é um importante sítio arqueológico e egiptólogico desde o final do século 18 e suas tumbas ainda estimulam o estudo e a pesquisa de cientistas de todo o mundo. Muito material retirado das escavações encontra-se no Museu do Cairo, mas é uma pequena parte da real riqueza que os egípcios legaram à Humanidade.

O turismo é feito durante todo o ano, normalmente em passeios de barco que podem sair do Cairo, de Alexandria ou das cidades mais próximas. Os pacotes incluem jantares a bordo, show de dança do ventre e ingresso para três tumbas, como forma de evitar o desgaste do sítio arqueológico. É importante lembrar que não é permitido fotografar dentro das tumbas, ficando as imagens gravadas para sempre na memória. Entretanto as fotos externas podem exemplificar bem a magnitude do local. 

TUTANKHAMON - Nos tempos atuais a região ficou conhecida pela descoberta da tumba do faraó Tutankhamon, em 1922, pelo arqueólogo britânico Howard Carter, e as lendas sobre a maldição do faraó, que levariam todos os envolvidos à morte. Novas pesquisas apontam que essa tumba pode oferecer ainda mais surpresas, uma vez que acredita-se na existência de uma outra câmara, que poderia ser da princesa Nefertiti, uma rainha influente, mulher de Akhenaton e madrasta do pequeno faraó.

Outro arqueólogo britânico, Nicholas Reeves, que afirmado há alguns anos que a poderosa rainha poderia estar no mesmo túmulo do faraó menino, voltou a ser lembrado recentemente. O especialista em radares japonês, Hirokatsu Watanabu fez um mapeamento da tumba e identificou duas áreas novas, com presença de metal e material orgânico. O ministério de Antiguidades do Egito está confiante de que a descoberta dessa câmara poderá trazer mais luz sobre a história da Humanidade e fortalecer o turismo na região e no país.

PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE - O Vale dos Reis, situado a 643 quilômetros ao sul do Cairo, na margem oeste do Rio Nilo, do lado oposto da atual cidade de Karnak, é rodeado por escarpas íngremes. Nelas ficavam os guardas que, tendo uma visão privilegiada da região, protegiam o vale contra invasores. Os operários que construíram as tumbas viviam em uma vila próxima e escondida, Deir-el-Medina. A Unesco decretou o vale, assim como toda a necrópole, Patrimônio Mundial em 1979.

Egito e outros destinos inesquecíveis podem ser encontrados, sempre com as melhores tarifas, em Eu Ando pelo Mundo

Vale a pena prestar atenção

Use roupas leves, beba bastante líquido e aproveite bastante a viagem. Como é uma região muito árida a sensação de calor vai ser muito maior que o normal

Tickets

Lembre-se que os tickets para a visita às tumbas valem apenas para três locais, então pesquise os que mais te interessam, ou busque informação com pessoas que conhecem a região

Cruzeiros

Inúmeras empresas do Brasil e do Egito fazem o roteiro pelo Rio Nilo. Alguns de barco em todo o trajeto, outros com voos entre algumas regiões. Escolha o que for melhor para teu bolso 

Banheiros e água

A região é muito árida e anda-se muito pelas belezas do Vale dos Reis. É importante lembrar que banheiro e bar para a compra de água existem apenas na entrada do complexo